Glória de Dourados, 21 de Agosto de 2018
Terça, 05 de Junho de 2018 - 10h42
Lixo: 5 maneiras de diminuí-lo com sustentabilidade
Saiba como contribuir com a diminuição da poluição com pequenos hábitos diários
Carlos Yukio
Midia Max

Poluir menos é bem mais fácil do que parece. Pode não ser grande coisa, mas pequenas mudanças nos hábitos diários podem levar a uma diminuição considerável na quantidade de lixo produzido e na poluição. No Dia Mundial do Meio Ambiente, assim como em todos os outros, é importante se atentar para a reciclagem e sustentabilidade.

Os lixos, inofensivos no dia a dia, causam impacto numeroso na natureza. Em 2015, mais de 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos foram produzidos, segundo levantamento feito pela Abrelpe (Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais).

Cada brasileiro produz 387 quilos de lixo por ano, quantidade próxima a países como Japão, Hungria, Croácia e Coréia do Sul. Entretanto, quando o assunto é o tratamento desse lixo, o Brasil se aproxima de países do continente africano.


1. Lixo eletrônicoDê uma olhada nas 5 sugestões fáceis para tornar o mundo mais verde e sustentável:

A produção de lixo eletrônico é uma das mais difíceis de controlar já que os aparelhos são parte imprescindível da vida moderna. Apesar dessa necessidade indiscutível, há a possibilidade de minimizar as consequências das compras. A garantia do produto é um dos principais pontos a serem levados em conta.

Quanto menor a garantia, mais alta é a chance do descarte do aparelho ser feito mais tarde. Uma peça que poderia ser facilmente trocada, sem a assistência devida, torna a vida útil do aparelho menor. O segredo é comprar aparelhos cujas peças possam ser facilmente trocadas caso sejam danificadas.

2. Copos e garrafas

Copos e garrafas reutilizáveis são uma ótima alternativa para contribuir com a reciclagem. Já parou para pensar quantos copos você usa em um dia? Ou em uma semana? Infelizmente, é um hábito ainda forte no Brasil utilizar copos plásticos na maioria das ocasiões, de happy hour no trabalho ao cafézinho na faculdade.

E eles são um dos principais resíduos sólidos que compõem a poluição ambiental. Apesar de parecerem inofensivos, o plástico é um dos materiais que mais demora para se decompor na natureza, em torno de 450 anos. Uma ótima saída é adotar uma garrafa ou caneca no dia a dia.

3. Canudos

Canudos, além de poluírem o ambiente por serem, a maioria, feitos de plástico, são um problema que atinge diretamente os animais marinhos. Não utilizar canudos ou usar um canudo metálico reutilizável, é uma ótima opção para diminuir a quantidade de lixo e a poluição marítima. Se você tem o hábito de usar um canudo diferente para tudo que bebe, veja o vídeo abaixo sobre as consequências e repense:

 

4. Sacolas Plásticas

Sacolas também causam a mesma degradação no meio ambiente. Além de serem feitas de plástico, as sacolas também acabam levando baleias e golfinhos à morte por sufocamento. O descarte incorreto das sacolinhas plásticas também é perceptível quando as enchentes atingem as cidades.

As sacolas contribuem com o entupimento de bueiros, que dificultam o escoamento de água, provocando as enchentes. Uma ótima alternativa é investir em uma sacola reutilizável antes de ir às compras e diminuir a poluição.

5. Embalagens

Embalagens também são um problema que pode ser facilmente solucionado se dermos mais atenção ao planejamento antes de ir ao mercado. Escolher produtos orgânicos e frescos é uma ótima saída para ter menos embalagens plásticas no meio das compras.

Todos alimentos industrializados vem embalagens plásticas e isso é inevitável. Mas que tal ao invés de comprar uma lata de milho, ir à uma feira e escolher uma espiga fresquinha? Bem mais saboroso e ecológico.

Partindo do princípio que a demanda é feita pelo consumidor, não opte por alimentos embalados. Quanto mais as pessoas compram, pedem e aceitam, mais o feirante segue com a prática de colocar plástico em volta de tudo.

 
© 2012 - 2017 - GloriaInforma - Todos os Direitos Reservados