Glória de Dourados, 16 de Janeiro de 2018
Quinta, 09 de Março de 2017 - 08h50
Condenação por improbidade pelo Tribunal de MS deixa José Orcírio inelegível
MPE conseguiu reverter a decisão que absolveu o ex-governador

Correio do Estado

Depois de mais de dez anos, o ex-governador e atual deputado federal José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, é condenado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS) por improbidade administrativa, referente ao caso conhecido como “Farra da Publicidade”. Com essa decisão na segunda instância, o petista pode ficar inelegível por oito anos. O deputado ainda pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para tentar sair da ‘ficha suja’ e garantir sua presença na próxima eleição. 

Zeca já havia sido inocentado desta ação em 2015 pelo juiz da 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos de Campo Grande, Marcelo Ivo de Oliveira. O magistrado alegou falta de provas concretas e julgou a ação civil pública do Ministério Público Estadual (MPE) contra ele, outras dez pessoas e as empresas  a Gráfica e Editora Quatro Cores e RPS Publicidade e Promoções como improcedente. Mas o MPE fez apelação ao TJ pedindo a reforma da decisão do juiz. 

 
© 2012 - 2017 - GloriaInforma - Todos os Direitos Reservados