Glória de Dourados, 11 de Dezembro de 2018
Terça, 26 de Junho de 2018 - 07h25
Com PSDB lotado, DEM indica apoio a André para garantir deputados
Tucanos estão inchados e democratas priorizam vagas na AL e na Câmara dos Deputados

Correio do Estado

Deputado Barbosinha defende aliança com PSDB e apoio à reeleição de Azambuja - Victor Chileno / ALMSO rumo do DEM na sucessão estadual poderá ser apoiar oficialmente o ex-governador André Puccinelli (MDB). Os deputados federais Luiz Henrique Mandetta e Tereza Cristina estão convencidos da formalização dessa aliança depois da cúpula avaliar o cenário político de Mato Grosso do Sul. O presidente regional do partido, ex-prefeito de Dourados Murilo Zauith, poderá ser o candidato a senador na chapa. Ou, mais uma vez, ser o vice de André.

A resistência maior contra essa aliança é do deputado estadual Zé Teixeira. Ele não aceita em hipótese alguma subir no palanque com André, por ter mais afinidade com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que pretende se reeleger. Outro deputado estadual, José Carlos Barbosa, o Barbosinha, nunca escondeu a preferência por Azambuja, mas seguirá a decisão da maioria do partido.

A aliança pensada pelos democratas é aquela em condições de garantir a reeleição dos federais e estaduais. No PSDB, a chapa proporcional é considerada “pesada demais” por causa da forte concorrência. O DEM pretende usar os votos para ajudar na reeleição dos seus parlamentares e não para somar na eleição dos tucanos.

 
© 2012 - 2017 - GloriaInforma - Todos os Direitos Reservados