Glória de Dourados, 16 de Novembro de 2018
Segunda, 18 de Junho de 2018 - 07h52
Preso, pistoleiro diz que recebeu R$ 20 mil para matar prefeito de Paranhos
Polícia prendeu autor de disparos e sua esposa
Joaquim Padilha e Clayton Neves
Midia Max

A Polícia Civil prendeu os suspeitos pela tentativa de assassinato do prefeito de Paranhos, Dirceu Bettoni (PSDB), que sofreu um atentado a tiros enquanto chegava em casa na última quinta-feira (14). Um homem e sua esposa estão sendo responsabilizados pelo caso.

O casal, identificado como Gabriel Queiroz, 26 anos, e Djuly Priscilla Couto, 28 anos,  foi preso na BR-163, em Rio Brilhante, enquanto vinha para Campo Grande. A Polícia chegou ao grupo após ter encontrado o homem que vendeu a motocicleta para o pistoleiro, que entregou a dupla.

Em relato aos policiais, o autor dos disparos confessou que teria recebido R$ 20 mil de um homem identificado apenas como um brasileiro que vive no Paraguai para executar o crime.

 

A Polícia informou que não irá revelar a identidade do mandante para não haver prejuízo às investigações. Há suspeita de que a esposa do pistoleiro tenha dado cobertura ao crime, porém a mulher nega.

A moto utilizada pelo casal no crime foi encontrada pela Polícia ainda na quinta-feira, a poucas quadras da casa do prefeito de Paranhos.

O crime

O crime ocorreu na última quinta-feira. O prefeito Dirceu Bettoni (PSDB) sofreu o atentado enquanto chegava em casa em sua caminhonete. Ele recebeu disparos no maxilar, pescoço, ombro e abdômen.

O prefeito foi levado ao Hospital Municipal Nossa Senhora Conceição. Ele foi socorrido pelo vice-prefeito da cidade, e por familiares que escutaram os disparos.

 
© 2012 - 2017 - GloriaInforma - Todos os Direitos Reservados